.page-id-5 .site-footer { display: none; }

Muitas vezes acontece de termos muito a explicar e não sabemos como organizar tudo.

Tem algo que se perde no meio de tanto conteúdo e que se chama clareza.

Clareza nada mais é do que produzir conteúdo de fácil entendimento. Se a pessoa não entende o que você está tentando dizer, então o seu conteúdo perde o sentido.

Por outro lado, se você consegue produzir um conteúdo direto, limpo, inteligente e de fácil entendimento, torna-se muito mais simples para as pessoas veem valor nele e então, manter a leitura.

Então como deixar a sua redação perfeita?

  • Saiba o que quer dizer, mas para isto você precisa pensar com clareza no que irá escrever antes de começar. Organize suas ideias e as estruture, pense, descreva com clareza, separe ideias em frases, e lembre-se: eles – leitores – precisam conhecer o que você sabe a respeito;
  • Saiba com quem está falando, quanto melhor você conhecer quem irá ler o seu relatório, mais clareza você atingirá. Lembre-se, ele delegou à você o poder de ver, interpretar e “decidir”, portanto, ele precisa conhecer de forma fácil e direta tudo aquilo que está em sua mente;
  • Explique palavras não familiares, se você vai escrever um relatório que é focado num assunto muito particular (como são todos os relatórios de regulação ou de perícia), esteja certo de que terá que explicar com clareza o assunto ou conceito. Dessa forma, seus leitores saberão exatamente sobre o que você está tratando;
  • Construa um esboço de frase, utilize frases por completo (COM INÍCIO, MEIO E FIM), pois força você a pensar no que está escrevendo e facilita a clareza do entendimento do leitor;
  • Frases e palavras curtas, a simplicidade é muito mais objetiva no momento da escrita de relatórios e verá que, naturalmente, se tornará de grande clareza.

Relatórios de Regulação ou de Perícia trazem sempre uma gama muito grande de informações, mas em compensação possuem uma formatação de tópicos que tem por objetivo organizar os assuntos em ordem lógica.

Então veja, temos muito a explicar, os tópicos já estão separados, para que você então descreva aos interlocutores o que aconteceu e o que você apurou.

Cada um dos tópicos deve seguir a mesma rotina de organização de conteúdo, porém cada um deles possui seu grau de importância. Saiba distinguir as importâncias dos tópicos na sua visão, mas também pense na visão da pessoa que irá receber e interpretar seu relatório. Você desenvolve empatia quando se coloca no lugar do próximo, seja pessoal ou profissionalmente.

Basta então ter clareza, o que significa não deixar algo se perder no meio de tanto conteúdo a relatar.

Lembre-se, se a pessoa não entende o que você está tentando dizer, então o seu conteúdo perde o sentido.

Uma escrita limpa é poderosa e convincente. Muda ideias, faz cabeças e encoraja ações, mas tenha em mente que clareza demanda prática e que você não acertará na primeira, segunda, ou décima tentativa.

Não se preocupe, você vai pegar o jeito.

× Como podemos ajudar?